Pinga Fogo 2017

Pinga Fogo 23/05/2017

E-mail Imprimir

Acompanhe abaixo os destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária desta terça-feira (23/05).

Neia do Criança Feliz (PSDC) apresentou requerimento, em resposta aos moradores do bairro Grande Independência, com relação ao retorno da Casa Lotérica que foi desativada na região. A Vereadora solicitou também a abertura de mais uma unidade lotérica e benefícios de pavimentação e construção de creches.

Daniel Dias (PCdoB) abriu seu pronunciamento ao debater sobre a recomposição salarial que ocorrerá no município. "É necessária, para que a população não fique prejudicada, uma recomposição que esteja a base da inflação" afirma o Vereador, que finaliza ao dizer que é preciso conscientizar a população quanto ao voto, pois, "não vemos o governo atuar em prol dos trabalhadores".

Valcir da Ademoc (PTB) destacou o fechamento parcial da rua Alan Kardec no trecho com a Praça Flamarion Wanderley pela MCTrans, solicitação do Vereador Dr. Valdivino (PMDB), que beneficiou idosos e pessoas com deficiência na prática de atividades físicas. O Parlamentar cobrou a reforma das estradas e trocas das lâmpadas na comunidade de Calhau e finalizou ao informar sobre o retorno do Projeto social Correios CBDA de Natação de Montes Claros.


Leão (PSDC) apresentou requerimento solicitando do Executivo melhorias aos bairros Alto Boa Vista e Vila Sion. De acordo com o Vereador, a rua ao fundo do Samu está intransitável. Leão cobrou também a troca de lâmpadas no bairro Santo Antônio II, principalmente em decorrência do início das festas religiosas.

Aldair Fagundes (PT) apresentou o projeto encaminhado pelo Executivo que dispõe sobre a recomposição salarial de 5% aos servidores municipais. De acordo com o Vereador, que solicitou pedido de urgência na votação, o projeto visa incorporar a recomposição a partir do presente mês. "Espero que possa ser também possa ser recomposto os benefícios que foram tirados dos servidores" finaliza Aldair.

Ildeu Maia (PP) cobrou segurança aos moradores do Campo e destacou que, mesmo após a reunião promovida pela pela Sociedade Rural e o Sindicato dos Produtores Rurais de Montes Claros, não houve avanços significativos para melhorar esta situação. O Vereador cobrou a limpeza da Avenida João XXIII e destacou com orgulho a vitória do montesclarense Carlos Daniel no Campeonato Brasileiro de Karatê. Carlos ficou em segundo lugar em kata e primeiro em kumite.

Wilton Dias (PHS) apresentou requerimento para que a atualização salarial seja na base da inflação, correspondente a 6.58% e não apenas os 5% indicado pelo Executivo. O Vereador afirmou que, a atualização salarial correta promove dignidade ao trabalhador.

Raimundo do INSS (PP) mostrou-se insatisfeito com a atual situação em que o país se encontra. O Vereador destacou que "é vergonhoso quando os políticos, que são representantes do povo, utilizam-se de meios ilegais para conseguir cargos" finaliza.

Valdecy Contador (PMN) cobrou a limpeza no bairro Alcides Rabelo, a execução da operação tapa-buraco na Rua São Romão, além de melhorias à Praça de Esportes, que segundo o Vereador encontra-se "abandonada, suja e sem infraestrutura". Valdecy destacou que o local é frequentado por muitas pessoas, porém, não apresenta proteção nem à população nem aos comerciantes que ali trabalham.

Marcos Nem (PSD) cobrou o início das obras no Trevo da Real. Segundo o Vereador, os equipamentos estão prontos e espera que em junho possa ser iniciado o trabalho, que irá desafogar o trânsito na região do Grande Delfino. Marcos Nem solicitou que o Executivo ofereça melhor condição de trabalho as secretarias, para que assim, elas possam atender de fato à comunidade.

Maria Helena Lopes (PPL) solicitou o retorno do auxílio transporte dos servidores municipais, principalmente dos moradores da Zona Rural. A Vereadora cobrou a reforma das estradas rurais e finalizou ao convidar a população para a Audiência Pública que será realizada nesta quinta-feira (25/05) no bairro Chiquinho Guimarães para debater sobre os problemas e buscar melhorias ao bairro.

Graça da Casa do Motor (PHS) informou que o vale transporte aos moradores será regularizado no mês de junho, juntamente com o retroativo. A Vereadora informou também sobre a abertura de pregão para reforma das estradas rurais que ocorrerá nesta quinta-feira (25/05).

Cláudio Prates (PTB) apresentou o P.L. n°29/2017 que autoriza o repasse de Recursos financeiros pelo Executivo Municipal ao Estado de Minas Gerais, por Intermédio da Polícia Militar de Minas Gerais - PMMG, além de destacar que o projeto visa também a segurança e melhoria ao trânsito municipal. O Vereador informou que por meio da Comissão de Cultura da Câmara será desenvolvido um núcleo de incentivo a criação de projetos culturais e terá no dia 1º de junho a primeira audiência pública para debater temas como a criação do teatro municipal e a criação de projetos.

Pastor Elair (PMDB) destacou a importância dos jogos escolares municipais na formação dos jovens e adolescentes e desejou sucesso e garra aos 33 representantes municipais. O Vereador ressaltou a necessidade da criação do Teatro Municipal e afirmou que, muitos municípios menores que Montes Claros investem nos atores, em espaços para desenvolvimento artístico e que, o único espaço que Montes Claros têm, não dispõe da estrutura necessária aos grupos artísticos e a população, principalmente devido à falta de acessibilidade no local.

Rodrigo Cadeirante (Rede) cobrou agilidade na reforma das estradas e ruas das comunidades rurais. O Vereador afirma que conhece o tempo necessário para o início das obras, porém, é preciso agilidade. Rodrigo destacou a ação realizada pela MCTrans na rua Alan Kardec no trecho com a Praça Flamarion Wanderley.

Edmilson Magalhães (PSDB) mostrou-se indignado com a atual situação do Brasil e destacou que é preciso que o modo de fazer política possa ser passado a limpo. O Vereador enfatizou que o Legislativo Municipal está sendo exemplo de atuação parlamentar.

Doutor Marlon (PTC) abriu seu pronunciamento ao propor a doação de salas que estão inutilizadas no Mercado Sul para a realização de projetos de incentivo ao esporte. Com relação ao projeto de destinação de Recursos financeiros a Polícia Militar de Minas Gerais, o Vereador espera que esta aplicação possa ser feita rapidamente, promovendo assim, melhorias à população montesclarense.

Ailton do Vilage (PHS) informou que no bairro Clarice Ataíde, a população tem realizado a capina nas ruas, devido a não execução pelo Executivo. O Vereador destacou que o requerimento foi enviado em Janeiro e não foi atendido até hoje.

Soter Magno (PP) apresentou-se indignado com a prática de publicidade panfletária distribuída de forma aérea. De acordo com o Vereador este modelo de publicidade não traz retornos positivos e informou que irá apresentar Projeto de Lei para proibir a prática. Soter destacou a reunião ocorrida na última sexta (19/05) com protetores e sociedade civil organizada para debater e buscar melhorias à situação dos animais abandonados em Montes Claros.

Oliveira Lega (PPS) destacou que o P.L. n°29/2017 é um projeto transparente, que visa melhorar o policiamento de trânsito. Lega afirmou que é preciso honrar o voto recebido e assim, ser um político honesto, que luta por uma sociedade melhor. O Vereador finalizou ao convidar a população para a corrida em combate à corrupção que ocorrerá no dia 20 de agosto.

Junior Martins (PPS) apresentou ofício para que a limpeza da Ferrovia Centro Atlântica possa acontecer. O Vereador destacou que, em relação a limpeza urbana, não adianta que esta seja realizada sem a execução de um trabalho efetivo de conscientização ambiental.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


PINGA FOGO 16/05/2017

E-mail Imprimir

Acompanhe abaixo os destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária deste terça-feira (16/05).

Daniel Dias (PCdoB) destacou que nenhum centavo destinado à educação pode ser considerado gasto, pois este é um investimento. O Vereador apresentou requerimento para que se discuta sobre o plano de carreira e o plano municipal de educação, além de cobrar melhores condições de trabalho e salários que valorizem o trabalhador.

Graça da Casa do Motor (PHS) cobrou melhorias para as comunidades rurais. Segundo a Vereadora, a situação da limpeza rural está complicada. “Nova Esperança precisa de caçambas para que o lixo possa ser recolhido. Minha sugestão para resolver o problema, que não é apenas de uma localidade, mas de toda zona rural, é a criação de ecopontos de coleta”. Graça destacou também a inscrição de projetos culturais que será realizado pelo Executivo.

Para Raimundo do INSS (PP) é preciso que os Vereadores tenham coragem para lutar pelo povo, principalmente devido a situação que o país se encontra. “Nós, Vereadores, devemos buscar aqueles que ajudamos a eleger, os deputados, para que eles, possam nos ajudar a defender a população” afirma o Parlamentar. Com relação à previdência, Raimundo destacou que sim, é preciso reaver e acabar com as aposentadorias fraudulentas, mas não é inadmissível que o aposentado pague a conta pela situação do país.

Valdecy Contador (PMN) agradeceu a MCTrans pela instalação do semáforo na Praça da Matriz e apresentou a situação de descaso que a região Norte enfrenta. Segundo o Vereador, é preciso melhorar a infraestrutura dos bairros, bem como resolver a questão da limpeza das ruas. Valdecy destacou também a necessidade de iluminação e segurança no bairro Vila Atlântica.

Idelfonso Saúde (PMDB) cobrou melhorias para a saúde municipal. Segundo o Vereador, falta medicamentos e fraldas geriátricas nas unidades de saúde. Idelfonso cobrou a execução da limpeza no bairro Ipiranga e apresentou denúncia quanto a perseguição, por parte dos hospitais, aos funcionários que denunciaram a situação de descaso destes com a saúde municipal.

Dr. Valdivino (PMDB) destacou a necessidade do credenciamento do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro pelo SUS. Segundo o Vereador, o hospital será responsável pelo desafogamento dos prontos socorros municipais. Dr. Valdivino destacou a situação de descaso com o bairro Chiquinho Guimarães e cobrou a revitalização do Mercado Municipal.

Soter Magno (PP) apresentou a necessidade de fiscalização do Riachão, que está seco. “Os moradores precisam daquela água para sobreviver, o que está acontecendo hoje, beneficia apenas duas ou três pessoas” afirma. O Vereador convidou toda a população para o encontro de protetores e amantes dos animais que ocorrerá nesta sexta (19/05) no plenário da antiga Câmara. O objetivo da reunião é discutir a situação dos animais abandonados nas ruas em Montes Claros. 

Junior Martins (PPS) destacou a situação da Região Norte de Montes Claros. Segundo o Vereador, há anos a localidade está desassistida por falta de interesse das administrações, além de destacar a necessidade de pavimentação asfáltica em pontos de ruas. Junior finalizou convocando a população a estar presente nesta quinta-feira às 7:45 em Audiência Pública na Câmara Municipal para debater o assunto.

Neia do Criança Feliz (PSDC) apresentou requerimento para que a limpeza da linha férrea possa ser executada. Segundo a Vereadora, é de responsabilidade da estação ferroviária a limpeza e manutenção da linha, porém, não está sendo realizada. “É preciso atentar-se também quanto ao mato existente na Avenida São Judas, que prejudica a visão de pedestres e motoristas, além do eminente risco de acidentes” finaliza.

Marcos Nem (PSD) cobrou a reforma das estradas rurais e a troca das lâmpadas queimadas nas comunidades. Segundo o Vereador, o Executivo já está agilizando a compra de equipamentos para realizar a limpeza urbana. Marcos Nem cobrou organização na coleta de lixo e a abertura de licitação para que as Escolas Municipais possam ser reformadas.

Aldair Fagundes (PT) cobrou o retorno do Pré-Enem Municipal. De acordo com o Vereador, estando o Enem próximo de ser realizado, se faz cada vez mais necessária essa ação do município. Aldair destacou também a entrada de Anteprojeto que discorre sobre a execução de praticas integrativas e complementares na execução de Terapias Alternativas em Montes Claros.

Wilton Dias (PHS) destacou o reajuste salarial de 5% anunciado pelo Executivo. Segundo o Vereador, o servidor municipal perderá mais de 1% do valor cotado pela inflação. Wilton destacou que é preciso valorizar o servidor, sendo esta uma das suas principais bandeiras. “Espero que seja feita a verdadeira correção e que o servidor possa ser valorizado de fato” finaliza.

Leão (PSDC) apresentou requerimento em busca de melhorias para o bairro Vila Sion. O Vereador destacou a necessidade da limpeza urbana e iluminação pública. Leão cobrou da Comissão de Saúde visita ao Samu a fim de verificar a situação do órgão.

Ildeu Maia (PP) apresentou a situação da necessidade de regularização da coleta de lixo nas comunidades rurais. Para o Vereador é preciso que seja resolvido em caráter de urgência a situação da limpeza urbana e rural em Montes Claros, pois, além de favorecer o acumulo de lixo, contribui para a proliferação de doenças e animais peçonhentos.

Cláudio Prates (PTB) reforçou o convite feito pela Vereadora Graça às associações de bairros que mantém projetos culturais, como festas religiosas, cavalgadas, etc. O Parlamentar convidou os Vereadores a comparecer ao I Seminário Mineiro de Câmaras Municipais para discutir e capacitar acerca das emendas impositivas. Cláudio finalizou ao destacar a necessidade da criação de um cemitério público.

Edmilson Magalhães (PSDB) cobrou respostas do Executivo quanto as solicitações feitas pelos Vereadores e as Comissões. Segundo o Vereador, a administração atual não encaminhou dados acerca dos números de funcionários contratados, tampouco valores dos salários.

Doutor Marlon (PTC) destacou a atuação da Comissão de Saúde na luta pela gestão plena e no credenciamento do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro. Segundo o Vereador, casos como o denunciado pelo Vereador Idelfonso competem apenas ao Ministério Público, podendo o Parlamentar apenas executar a denúncia. Marlon finalizou ao entrar com Anteprojeto que visa o aumento do piso dos médicos especialistas, bem como a organização de plantões e cargos.

Oliveira Lega (PPS) destacou a necessidade do debate acerca da superlotação carcerária. Para o Vereador, a situação da centralização das decisões por meio da mesa diretora deve ser analisada pelos demais Parlamentares, pois compromete o bom andamento da Câmara. “Nossa autonomia não pode ser retirada” finaliza.

Ailton do Vilage (PHS) cobrou do Executivo uma melhor comunicação com o Legislativo. Segundo o Vereador, a região do Village carece de serviços de capina, iluminação pública, entre outras demandas. Ailton destacou a necessidade da inscrição de projetos culturais e religiosos pela população.

O Vereador Rodrigo Cadeirante (Rede) parabenizou as mães pela passagem do seu dia, bem como os assistentes sociais e os garis. “É preciso valorizar o servidor, dar condições de trabalho, além de oferecer um salário digno” afirmou. Com relação a limpeza e manutenção da linha férrea Rodrigo concordou com a Vereadora Neia diante da obrigatoriedade da empresa na execução destes serviços.

Maria Helena Lopes (PPL) afirmou que os seus parabéns será dado as mães em forma de trabalho e destacou a aprovação de benefícios como a extensão da licença maternidade e da luta por melhor assistência nas creches municipais. “Estamos cobrando de maneira incansável, porém como Parlamentares, temos limites de atuação” finaliza a Vereadora.

O Vereador Valcir da Ademoc (PTB) informou que entrou hoje (16/05) com representação diante do Ministério Público na Curadoria da Pessoa com Deficiência para a aplicação da Lei 21.157/14, que estabelece a descentralização da Comissão de Exames Especiais do Detran, para assegurar o acesso às pessoas com deficiência. 

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


PINGA FOGO 09/05/2017

E-mail Imprimir

Acompanhe abaixo os destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária desta terça-feira (09/05).

Soter Magno (PP) abriu seu pronunciamento ao abordar sobre os recentes debates sobre a Lei de Uso e Ocupação do Solo. Segundo o Vereador, as irregularidades apresentadas na lei, que foi aprovada em 2009, esbarram hoje no desenvolvimento de Montes Claros. Soter destacou que “para que qualquer cidade possa implantar, alterar ou editar a lei de uso e ocupação do solo, é preciso que haja primeiramente, audiências públicas, o que não houve na sua implantação” e finalizou convidando a população para as audiências que estão acontecendo todas as quintas-feira, no plenário antigo da Câmara, para que este assunto possa ser debatido.

Junior Martins (PPS) apresentou a situação do Samu Macro Norte. “A comissão de Saúde desta casa deve realizar visita técnica para conhecer de perto a situação. O atendimento deveria ser realizado com cinco ambulâncias, estando apenas com duas em funcionamento, entre outros problemas enfrentados”. O Parlamentar finalizou ao cobrar melhorias para a região Norte de Montes Claros.

Leão (PSDC) abriu seu pronunciamento ao cobrar a instalação de energia elétrica na comunidade de  Barrocão, em que há 22 residências sem a assistência. O Vereador agradeceu a limpeza da Praça Santo Antônio e apresentou requerimento para asfaltamento nos bairros Alto da Boa Vista, Vila Sion e Santo Antônio II.

Daniel Dias (PCdoB) abriu seu pronunciamento ao cobrar melhorias na iluminação pública. Segundo o Vereador, o município apresenta deficiência com relação a estes serviços, porém, “foi informado pelo Executivo que será contratado caminhões para a execução dos serviços e com relação a compra das lâmpadas, o processo de licitação está em fase final” comenta o Parlamentar.

Pastor Elair (PMDB) questionou a responsabilidade do Executivo diante da falta de guardas na Praça de Esportes. Segundo o Vereador as crianças pulam o muro para brincar na piscina, e o local não possui nenhum tipo de segurança. “Caso aconteça o pior, quem irá se responsabilizar?” finaliza Elair ao cobrar posicionamento do Prefeito com relação a contratação dos guardas.

Segundo Dr. Valdivino (PMDB) a solução imediata para a resolução da situação da saúde municipal é o credenciamento do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro. “É preciso agir, pois, mulheres com gestação de alto risco estão sem atendimento. Falta cirurgiões, consultas especializadas, entre outros  procedimentos. Não podemos admitir que a população continue a sofrer” afirma o Vereador.

Ildeu Maia (PP) cobrou maior atuação da Polícia Militar nos distritos e comunidades rurais. Segundo o Vereador “apenas um distrito possui patrulha da PM e é necessário ampliar este atendimento”. Ildeu destacou o trabalho da Emater e cobrou do Executivo maior diálogo com a empresa, além de tomada de responsabilidade por parte do governo estadual.

Cláudio Prates (PTB) apresentou os projetos nº 08/2017 e nº 07/2017, ambos de sua autoria, que discorrem sobre a Criação da Ouvidoria da Câmara Municipal de Montes Claros e da instituição da Comissão Permanente de Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Montes Claros. Segundo o Vereador o objetivo da Ouvidoria é melhorar o canal de comunicação da Câmara com a população, e a Comissão se faz necessária para debater sobre a atuação do Executivo quanto ao apoio à cultura.

Neia do Criança Feliz (PSDC) informou que no dia 17 de Maio a partir das 8h na Ceanorte estará sendo realizado a vacinação contra febre amarela aos produtores e moradores da zona rural. A Vereadora cobrou melhorias com relação à comunidade Ponta do Morro, em que há cerca de três ruas completamente às escuras.

O Vereador Valdecy Contador (PMN) cobrou a execução de capina no bairro Alcides Rabelo, operação tapa-buraco na Rua São Romão, além de troca de lâmpadas na comunidade Miralta, reforma das estradas rurais e segurança nos CEMEIS municipais, tendo em vista os recentes assaltos que tem ocorrido.

Segundo o Vereador Ailton do Vilage (PHS) a política só vai mudar quando a população debater e acompanhar todas as instâncias do poder público. “Estamos aqui para cobrar, mas também para ajudar. Está chegando a época de festas regionais, o edital para contratação de palcos, som, etc, sairá em cerca de 70 dias, e caso não seja agilizado, estaremos de mãos atadas quanto ao apoio necessário” finaliza o Parlamentar.

Graça da Casa do Motor (PHS) cobrou segurança aos moradores das comunidades e a reforma das estradas rurais. Segundo a Vereadora a situação das estradas compromete o transporte escolar.  “Com relação à segurança, medidas precisam ser tomadas, principalmente devido ao alto índice de assaltos que tem ocorrido no meio rural” finaliza.

Edmilson Magalhães (PSDB) informou a abertura de pregão municipal para comprar maquinário e equipamentos para a limpeza pública. O Vereador destacou que espera que com a nomeação do Secretário de Serviços Urbanos, Vinicius Versiane, melhorias de fato possam ocorrer.

Doutor Marlon (PTC) apresentou a situação da saúde de Montes Claros e destacou a situação do PSF do Morrinhos, que se encontra até sem álcool para aplicar injeção. Segundo o Vereador, a coleta de papanicolau é realizado no município, porém, o exame não é feito pelo SUS.

Maria Helena Lopes (PPL) destacou que o Projeto de Lei nº 17/2017, de sua autoria, que dispõe sobre o desembarque de mulheres e idosos que utilizam o transporte coletivo urbano, é uma resposta ao pedido das mulheres por mais segurança. A Vereadora destacou que, segundo a diretora da ATCMC, Jaqueline Camelo, alguns motoristas já executam essa parada, assim, “este projeto tem o objetivo de regulamentar essa prática que já ocorre, além de expandi-la” finaliza.

Segundo o Vereador Raimundo do INSS (PP) “é preciso fazer mais pela população" e destacou que "fica feliz quando recebo a notícia que funcionários que foram demitidos pela administração tem voltado ao trabalho, e assim, podem promover saúde e segurança para sua família” finaliza.

O Vereador Marcos Nem (PSD) cobrou estruturação humana e de maquinário nas secretarias. “O número de funcionários em alguns setores é muito pequeno para a demanda. É preciso reformar as estradas rurais, e a resposta do executivo é que não tem equipamento para realizar a obra” afirma. Marcos Nem cobrou também o repasse dos recursos as escolas conveniadas.

Oliveira Lega (PPS) cobrou seriedade política quanto a leis como a de uso e ocupação do solo. O Vereador destacou que a deficiência no efetivo da Polícia Militar é muito grande e neste momento, faz-se necessário a estruturação, antes da criação de novos pelotões. “É preciso fortalecer as políticas públicas de promoção de segurança” finaliza.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


PINGA FOGO 02/05/2017

E-mail Imprimir

Acompanhe abaixo os destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária deste terça-feira (02/05).

Dr. Valdivino (PMDB) abriu seu pronunciamento ao destacar a efetividade da Audiência Pública realizada na última quinta-feira (27/04), em que o credenciamento do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro foi colocado como solução imediata aos problemas de saúde de Montes Claros. O Vereador cobrou também o retorno da policlínica do servidor, além de melhorias para o bairro Raul Lourenço.

Ildeu Maia (PP) mostrou-se preocupado com a situação dos prédios públicos, especialmente aqueles em que as obras não foram finalizadas, pois estão sendo depredados. O Vereador cobrou o retorno dos vigias ou a instalação efetiva do sistema de segurança eletrônico, além de cobrar organização na coleta seletiva de lixo.

Neia do Criança Feliz (PSDC) apresentou requerimento objetivando facilitar o acesso gratuito ao transporte coletivo municipal ao portador de deficiência física, além de propor agilização no trâmite para o cidadão que já possua a carta de concessão do benefício Loas. Para a Vereadora, a necessidade está na dificuldade em se conseguir consulta especializada com especialistas.

Daniel Dias (PCdoB) destacou a grande adesão à greve geral do dia 28 de abril, que segundo o Parlamentar, contabilizou cerca de 10 mil pessoas. “Em coro, falamos ao governo, que não somos favoráveis ao teor da reforma da previdência. Não podemos culpar o cidadão pela crise, e não é ao retirar os direitos do trabalhador que sairemos dela” destaca Daniel.

Idelfonso Saúde (PMDB) apresentou requerimento solicitando da MCTrans a instalação de faixa elevada na Av. Leonel Beirão de Jesus, frente a Creche Amiguinhos de Jesus, devido o alto fluxo de carros. O Vereador destacou a necessidade de limpeza, segurança, além reparos em caixas d´água no Parque Municipal.

Aldair Fagundes (PT) parabenizou os trabalhadores pela greve geral do dia 28/04. O Vereador destacou que os desdobramentos da reforma da previdência podem afetar gravemente o funcionamento dos institutos de previdência municipais. “Caso os gestores optarem pela terceirização, em vez da criação de concursos públicos, provavelmente estes institutos não sobreviverão” destaca.

Valdecy Contador (PMN) cobrou atendimento com relação a iluminação pública na zona urbana e rural, pois segundo o Vereador já se encontram queimadas mais de duas mil lâmpadas. Valdecy agradeceu o trabalho da secretaria de agricultura ao atender o requerimento e atender famílias carentes de água em Campos Elíseos.

Leão (PSDC) parabenizou a realização da festa do trabalhador ontem (01/05), além de cobrar agilidade na instalação da iluminação pública. O Vereador parabenizou o empenho da população diante da greve geral do dia 28 de abril na luta contra a reforma da previdência.

Maria Helena Lopes (PPL) apresentou a necessidade do Projeto de Lei nº 17/2017 que dispõe sobre o desembarque de Mulheres e Idosos, usuários do sistema de transporte coletivo. Segundo a Vereadora este projeto visa a parada fora do ponto definido pelo itinerário da ATCMC, o objetivo tem como objetivo promover maior segurança e comodidade a Mulheres e Idosos.

Doutor Marlon (PTC) mostrou-se satisfeito quanto à sinalização positiva dada pela secretária de saúde na última Audiência Pública, no dia (27/04) ao retorno da Gestão Plena. O Vereador cobrou dos Parlamentares atenção não apenas aos cortes federais de gastos, mas principalmente aos municipais.

Edmilson Magalhães (PSDB) apresentou problemas relativos à limpeza urbana nos bairros de Lourdes, Ipiranga e Cintra. Segundo o Vereador, o canal do Cintra encontra-se obstruído, repleto de entulho, mato, e até cobras, o que está prejudicando a saúde dos moradores locais. Edmilson destacou que as ocorrências por picadas de cobra esse ano já somam mais de 50, enquanto que as do ano passado ficaram em torno de 110 registros.

Ailton do Vilage (PHS) apresentou a necessidade de instalação de faixas elevadas no bairro Raul Lourenço, além de limpeza de praças do bairro JK. O Vereador informou sobre a realização de reunião com os jovens do bairro Vilage do Lago, para que os problemas e possibilidades de melhoria pudessem ser debatidos.

Wilton Dias (PHS) abriu seu pronunciamento ao cobrar explicações acerca do decreto de 28 de março que discorre sobre remanejamentos no orçamento municipal. O Vereador criticou a falta de planejamento da atual administração e solicitou que fosse revisto as mudanças no programa de ações de assistência ao educando, além de revisão nos valores destinados a construção da sede da guarda municipal. 

Soter Magno (PP) cobrou ações imediatas para amenizar a situação dos moradores de rua em Montes Claros. “Não dá mais para aceitar a situação de vulnerabilidade em que estas pessoas estão. É preciso colocar as casas de apoio em funcionamento”. O Vereador destacou a necessidade da criação de uma cooperativa de apicultores em torno do Parque da Lapa Grande, visando a geração de emprego e renda na região.

Segundo Cláudio Prates (PTB) está havendo prejuízos com relação ao repasse as escolas conveniadas. O Vereador cobrou a execução de planos de ação quanto à iluminação pública e o retorno das obras municipais. “É preciso atentar-se à situação do município, pois, nas instituições sociais falta fraldas geriátricas, os abrigos para adolescentes precisam voltar a funcionar, além de que as instituições que estão cadastradas no FIA não estão recebendo verbas municipais” finaliza o Parlamentar.

Valcir da Ademoc (PTB) cobrou a execução da troca das lâmpadas. Segundo o Vereador, não é uma simples necessidade, é questão de segurança, pois o dinheiro está disponível, é preciso de planejamento para sua aplicação. Valcir cobrou também a necessidade de discussão sobre a situação da Órteses e Próteses no município, que há mais de um ano não entrega nenhuma cadeira de rodas.

Graça da Casa do Motor (PHS) cobrou melhorias para as estradas rurais. Segundo a Vereadora, as vias estão intransitáveis, além, da falta de iluminação nas zonas rurais e a existência de animais soltos nas pistas.

O Vereador Pastor Elair (PMDB) comentou sobre o financiamento de casas pela Caixa Federal por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. Segundo o Vereador existe a possibilidade de cerca de duas mil casas serem destinadas à Montes Claros, porém, depende agora da ação do chefe do Executivo Municipal para que esta ocorra.

Marcos Nem (PSD) apresentou a situação dos alunos da comunidade de Boqueirão do Bonito que até a última semana estava sem assistir as aulas devido a falta de transporte escolar. Segundo o Vereador, cerca de 50% das lâmpadas da comunidade de Miralta estão queimadas. Marcos Nem finalizou sua fala ao cobrar melhor estrutura a secretaria de agricultura, para que esta possa realizar ações nas áreas urbanas e rurais da cidade.

Segundo o Vereador Raimundo do INSS (PP), com o retorno da gestão plena, a fiscalização por parte do legislativo municipal irá se intensificar, assim como as ações dos conselhos de saúde, além de cobrar atenção à situação de descaso da saúde municipal.

O Vereador Rodrigo Cadeirante (Rede) cumprimentou todos os trabalhadores e destacou a necessidade de valorização do trabalho ao destacar o transporte municipal. “O coletivo é de péssima qualidade, os motoristas e cobradores são mal remunerados e ainda existe a possibilidade de aumento na tarifa” afirma o Parlamentar, que finaliza ao apresentar sua insatisfação quanto aos deputados que em nada contribuem com suas propostas para a valorização do trabalhador.

O Vereador Oliveira Lega (PPS) destacou que a falta de iluminação pública afeta diretamente a segurança da população, além de cobrar que as investigações feitas pelas Comissões Legislativas de Inquérito possam atuar de fato e punir aqueles que defraudam a sociedade.

Segundo o Vereador Junior Martins (PPS), a quadra de esportes do bairro JK se encontra totalmente abandonada, além de apresentar outras melhorias que precisam ser levadas ao bairro. Junior destaca a necessidade de estudos para a inserção do bairro Raul Lourenço no itinerário do transporte coletivo e finalizou ao cobrar melhor aplicação do dinheiro público.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


Pinga Fogo 25/04/2017

E-mail Imprimir

Acompanhe abaixo os destaques dos discursos dos vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária deste terça-feira (25/04).

Daniel Dias (PCdoB) iniciou seu pronunciamento ao solicitar do executivo a realização de estudos para que o bairro Santo Amaro possa ser asfaltado, assim como diversas ruas do Grande Maracanã. O Vereador cobrou atenção à reforma trabalhista e convocou os trabalhadores para a greve geral do dia 28/04 na praça do Automóvel Clube.

Dr. Valdivino (PMDB) agradeceu o empenho dos Vereadores e da população com relação ao credenciamento do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro. A necessidade se dá, segundo o Vereador, devido a má qualidade dos atendimentos na cidade. “O hospital mantém mais de 200 leitos disponíveis com estrutura adequada ao atendimento, aguardando apenas o credenciamento” destaca o Parlamentar.

Ailton do Vilage (PHS) apresentou insatisfação com relação ao não pagamento dos motoristas do transporte escolar das comunidades rurais. O Vereador deu entrada em requerimento solicitando informações acerca do futuro dos conjuntos habitacionais, que se encontram em situação de descaso, sem unidades de saúde e educação.

Neia do Criança Feliz (PSDC) deu entrada em requerimento para que seja incluído no público-alvo da vacinação contra a gripe padres e pastores, além de solicitar da secretaria de saúde à vacinação dos produtores rurais que trabalham na Ceanorte contra febre amarela, tendo em vista que recentemente foram encontrados macacos mortos com o vírus na área rural da cidade.

Aldair Fagundes (PT) informou que a secretaria de fazenda pediu extensão do prazo para 15 dias para que possa ser repassado informações solicitadas pela CLI que investiga irregularidades no transporte municipal. O pedido foi atendido devido ao volume de dados a serem coletados e encaminhados. O Vereador apresentou resposta do secretário de educação com relação ao Pré-Enem municipal, segundo Aldair, o programa terá um novo formato com professores para assistência e formato digital.

O Vereador Pastor Elair (PMDB) informou que a ordem de serviço para instalação de semáforo na Av. Padre Chico foi assinada, além de destacar a atuação da operação tapa-buracos no bairro Santa Rita I e cobrar o retorno do vale-refeição dos funcionários da Esurb.

O Vereador Idelfonso Saúde (PMDB) destacou a execução das faixas elevadas na Av. Nossa Senhora de Fátima, além de cobrar da secretaria de saúde a limpeza das unidades de saúde, bem como a resolução de problemas relativos à falta de medicamentos, profissionais de fisioterapia, farmácias abertas apenas meio expediente, além de fornecimento de materiais, pois, dentistas estão pagando pela compra de materiais para uso clínico.

Raimundo do INSS (PP) destacou a situação de descaso em que se encontra as estradas rurais. O Vereador cobrou da secretaria de agricultura atenção as comunidades, especialmente a de Riachinho, além de melhorias na saúde.

O Vereador Cláudio Prates (PTB) destacou a visita do diretor da Copanor, que virá à Montes Claros para discutir a questão hídrica e o decreto nacional que permite a retirada de água do rio Jequitaí para Montes Claros, além de apresentar a entrada de três projetos de sua autoria, relativos à criação de uma ouvidoria municipal da Câmara, a regulamentação do trabalho voluntário e a criação da comissão de cultura e turismo.

Graça da Casa do Motor (PHS) informou que o vale-transporte dos moradores da zona rural será regularizado a partir do dia primeiro de maio. A Vereadora cobrou agilidade no processo de licitação para que as estradas rurais possam ser reformadas e finalizou ao agradecer a MCTrans pelo atendimento da solicitação referente a instalação de placas indicativas na zona rural, tendo-se iniciado ontem (24/04).

Valdecy Contador (PMN) cobrou a limpeza do bairro Alcides Rabelo, além da execução do programa Refis, que possibilita ao cidadão montesclarense o pagamento dos tributos atrasados com desconto. Segundo o Vereador, as guias não estão sendo emitidas, impossibilitando o pagamento mediante desconto.

Maria Helena Lopes (PPL) cobrou do executivo o estabelecimento de plano de execução de obras, e que, assim como na zona rural, possa ser instalado nas vias urbanas placas de identificação de ruas, sendo este um pedido constante dos mototáxis. A Vereadora finalizou convidando a população para a Audiência Pública que se realizará no dia 27/04 que discutirá a Gestão Plena da Saúde no Plenário da Câmara.

Wilton Dias (PHS) convidou a população a participar da Câmara Itinerante que ocorrerá na Escola Estadual Carlos Albuquerque no Maracanã. O Vereador cobrou respostas relativas à data base. “Queremos ver o servidor bem atendido e nada tem sido feito por essa valorização, é preciso trabalhar pela recomposição salarial” finaliza o Parlamentar.

Dr. Marlon (PTC) cobrou medidas relativas ao descaso em que se encontra o PSF do bairro Cidade Industrial. O Vereador cobrou seriedade com relação ao planejamento, “sendo este o momento da execução e não da realização de planos de ação. Esperamos que o município tome medidas com relação ao Hospital Alpheu de Quadros, em que os médicos continuam em greve, e sem condições de atendimento”, finaliza.

Edmilson Magalhães (PSDB) cobrou providências emergenciais com relação a iluminação pública. Segundo o Vereador, Montes Claros tem quase dois mil pontos às escuras, assim, “o patrimônio público está sendo depredado. A polícia e a guarda-civil não dá conta. É preciso executar, no mínimo, o contrato provisório, para que possa ser promovido o mínimo de segurança ao patrimônio público”, finaliza.

Junior Martins (PPS) cobrou medidas de segurança para a Vila Tiradentes, com relação a passagem pela linha férrea. O Vereador solicitou levantamentos para que se tenha dados acerca de obras inacabadas, além de cobrar urgência na execução da troca de lâmpadas queimadas.

Segundo o Vereador Ildeu Maia (PP), é uma vergonha a situação em que a zona rural se encontra e solicitou que o executivo use o decreto de emergência para executar a dispensa de licitação e realizar o trabalho de patrol e caminhão-pipa para atender as comunidades rurais.

Marcos Nem (PSD) cobrou melhorias com relação as estradas rurais. Segundo o Vereador, é preciso utilizar-se deste decreto para consertar as máquinas que estão paradas na oficina, e assim, agilizar a reforma das estradas rurais.

Leão (PSDC) informou que entrou com anteprojeto, e aguarda o envio do projeto por parte do Executivo, para que o Uber possa ser regularizado em Montes Claros. O Vereador esclareceu que agora, com a Lei Federal, a responsabilidade da regularização recaí sobre o município e reforçou a necessidade de empenho para a luta contra a reforma da previdência.

Sóter Magno (PP) informou que a castração dos animais de rua já está sendo executada e apresentou os custos para esta execução. Segundo o Vereador, caso Montes Claros tivesse um centro de castração, esse custo cairia para menos da metade do que é pago hoje, além de cobrar medidas com relação ao destino dos resíduos sólidos.

Valcir da Ademoc (PTB) apresentou requerimento para a realização de Audiência Pública para discutir a situação e receber um parecer acerca de obras como o Córrego Vargem Grande, o campo Canelas e o Centro Pop que se encontram paradas. O Vereador cobrou também agilidade com relação a entrega das fraldas, pois, “mesmo com o desconto oferecido pelas farmácias credenciadas, muitas pessoas ainda não conseguem comprar o necessário, e é preciso atendê-los” finaliza.

“O Parlamentar deve assumir sua posição perante a sociedade, deve cobrar, fiscalizar e denunciar. Mas, também deve oferecer soluções aos problemas enfrentados pela administração. Este é o momento de unir forças e ajudar a população e não atuar apenas com partidarismo” afirma o Vereador Rodrigo Cadeirante (Rede).

Oliveira Lega (PPS) iniciou seu pronunciamento ao promover uma reflexão sobre a atual política e o rumo do Brasil e de Montes Claros. “Se o município tem recursos para ser empregados, que seja feito de forma consciente”. O Vereador informou que o governo do estado contemplará com novas viaturas todos os destacamentos, assim, poderá promover maior segurança à população.


Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


Pgina 1 de 3.