Pinga Fogo 2017

Pinga Fogo 04/07/2017

E-mail Imprimir

Destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária desta terça-feira (04/07).

A vereadora Graça da Casa do Motor (PHS) destacou os benefícios recebidos pela comunidade de Pedra Preta na última semana. Citou entre eles, a entrega de um trator, proveniente da emenda do deputado Federal Marcelo Aro, e a instalação pela secretaria de saúde de um consultório odontológico na localidade.

O vereador Raimundo do INSS (PDT) cobrou melhor aplicação dos impostos pelo governo federal, estadual e municipal, para que assim a população possa ter melhores condições de trabalho, além do desenvolvimento da cidade.

Ailton do Vilage (PHS) enfatizou que falta acessibilidade na Expomontes, impossibilitando que as pessoas com deficiência consigam assistir aos shows. Segundo o vereador, a lei que garante este benefício em eventos culturais não está sendo cumprida, sendo necessário que a Câmara fiscalize a aplicação desta lei.

Junior Martins (PPS) destacou a inauguração no último sábado (01/07) da academia ao ar livre na Praça Sidney Junior, no bairro Renascença, sendo esta de fundamental importância na promoção de saúde e lazer dos moradores da região. O vereador, apresentou também requerimento para pavimentação do córrego das lages, continuação do córrego do Cintra, liga o Vera Cruz ao Distrito Industrial.

Doutor Marlon (PTC) congratulou o Parlamento pela luta para que o Hospital das Clinicas Mário Ribeiro fosse credenciado. Destacou também a destinação de verba, informada pelo Ministro da Saúde, Ricardo Barros para a construção do CAPS especializado em Saúde Mental.

Neia do Criança Feliz (PSDC) apresentou requerimento para que a conclusão do CEMEI Ana Maria Maia ocorra, tendo em vista que esta obra está "sendo roubada e depredada". Segundo a vereadora, a sede atual funciona em uma pequena casa alugada, incapaz de atender as necessidades das crianças.

Dr. Valdivino (PMDB) apresentou com satisfação o anúncio do Ministro da Saúde, Ricardo Barros  quanto ao credenciamento do Hospital das Clinicas Mário Ribeiro. O vereador agradeceu o apoio dos parlamentares, deputados e imprensa na luta para que este benefício pudesse ser concretizado em Montes Claros.

O vereador Sóter Magno (PP) destacou que o Projeto de Lei n°42/2017, que regulariza as feiras livres no município, tem como objetivo a valorização do trabalho dos pequenos produtores rurais e das associações, além de promover o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar.

Valdecy Contador (PMN) cobrou do Executivo a limpeza do bairro Alcides Rabelo, principalmente devido as festividades que ocorrerão entre os dias 15 a 27 de Julho. O vereador solicitou também, que fosse fiscalizada, a aplicação da lei que garante gratuidade com cota de 10% em cemitérios privados para pessoas carentes.

Pastor Elair (PMDB) destacou o trabalho social da Igreja Universal do Reino de Deus realizado com pessoas em situação de rua, mulheres em risco e crianças. O trabalho resultou em homenagem na última semana pela Câmara Federal.

Idelfonso Saúde (PMDB) criticou a falta de medicamentos e estrutura de trabalho nos postos de saúde municipais. Citou que em algumas unidades, os médicos realizam "vaquinhas" para atender as necessidades do PSF, além de destacar que a situação na zona rural é muito pior. O vereador apresentou a denúncia, já levada ao Executivo, que diz respeito a cobrança extra por parte de funcionários para que os enterros possam ocorrer em cemitérios municipais.

Vereador Leão (PSDC) apresentou cobrança para que a ESURB possa organizar o cronograma de troca de lâmpadas nos bairros, sendo que muitas vezes, deslocam-se para realizar poucas demandas. O Vereador indicou que o turno de trabalho fosse realizado pela noite, para que assim possa ser verificado quais lâmpadas estão queimadas.

Daniel Dias (PcdoB) destacou a força do atual Legislativo quanto a luta pelos direitos dos trabalhadores. O vereador convidou para a Audiência Pública nesta quarta-feira (05/07), às 14h, no Plenário da Câmara Municipal, para para discutir as alternativas da Copasa para captação de água e abastecimento em Montes Claros. 

A vereadora Maria Helena Lopes (PPL) destacou a cobrança ao Ministro da Saúde, Ricardo Barros para que a gestão plena da saúde possa retornar à Montes Claros, além de pleitear para que a UPA do Chiquinho Guimarães possa ser concluída.

Ildeu Maia (PP) solicitou urgência na reforma das estradas rurais e incentivo do Executivo às festas tradicionais da área rural. O vereador destacou a dificuldade do transporte escolar de realizar o percurso, tendo em vista a condição das estradas.

Rodrigo Cadeirante (Rede) destacou que é um desrespeito com as pessoas com deficiência a falta de acessibilidade durante a realização dos shows da Expomontes, organizado pela CIA Promoções. O vereador destacou que mesmo que a gratuidade seja garantida por lei, o cadeirante tem que assistir aos shows juntamente as pessoas em pé, não conseguindo o fazer.

O Vereador Oliveira Lega (PPS) cobrou reflexão quanto a acessibilidade a pessoas com deficiência nos órgãos do poder público, além de declarar-se solidário aos agentes de endemias que estão sem receber o auxílio-transporte.

Marcos Nem (PSD) destacou a luta da comissão de saúde da Câmara, em especial ao Parlamentar Dr. Valdivino pelo credenciamento do Hospital das Clínicas Mário Ribeiro. O Vereador ressaltou que com a visita do Ministro da Integração Nacional, que irá ocorrer amanhã (05/07), será possível apresentar cobranças quanto a barragem de congonhas e a destinação de recursos a DNOCS e Codevasf, atendendo assim os pequenos produtores rurais.

Wilton Dias (PHS) solicitou que fosse revisto a impessoalidade aplicada no pagamento das rescisões. Para o vereador, este deve ser realizado a todos que se encaixam na faixa de valores, não apenas alguns indicados. O vereador convidou para a Audiência Pública que será realizada nesta quinta-feira (06/07), às 16h, na comunidade de Lagoa dos Freitas para discutir as demandas da localidade.

Valcir da Ademoc (PTB) destacou que é preciso que as empresas respeitem a legislação, principalmente quanto a acessibilidade em eventos culturais as pessoas com deficiência. O vereador cobrou o retorno do auxílio-transporte aos agentes de endemias, além de valorização do trabalhador.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


Pinga Fogo 27/06/2017

E-mail Imprimir

Destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária desta terça-feira (27/06).

Wilton Dias (PHS) destacou reunião realizada, nesta segunda (26/06), com o Prefeito Humberto Souto. Comentou que o chefe do Executivo apresentou-se bem intencionado, restando agora apenas colocar os planos em prática. Lembrou que em relação ao transporte público, o prefeito está em busca de uma negociação justa e que traga benefícios reais a população.

Raimundo do INSS (PDT) mostrou esperançoso quanto ao desenvolvimento de Montes Claros. O Vereador destacou a assinatura de ordem de serviço para instalação do semáforo na Avenida Coronel Luis Maia, além de afirmar que "o trabalho parlamentar se pauta também em fiscalização e não apenas na cobrança".

Sóter Magno (PP) informou a criação da Guarda Ambiental formada por 18 homens e tem o apoio da Polícia Militar. De acordo com o ele, a guarda será equipada com recursos do Fundo Único de Meio Ambiente (FAMA) e vai atuar na prevenção e fiscalização de crimes ambientais tanto na zona urbana como rural.

O Vereador Ailton do Vilage (PHS) pediu a fiscalização dos ônibus escolares municipais que, segundo ele, se encontram com os vidros das janelas quebrados. Ele também solicitou a instalação de faixas elevadas próximo a Escola Municipal João Valle Maurício, com o objetivo de evitar acidentes.

Neia do Criança Feliz (PSDC) apresentou requerimento para instalação de faixa elevada na Avenida Independência, na ligação com a Rua Portugal, tendo em vista o intenso tráfego de veículos. A Vereadora convidou os moradores do Grande Independência e região para a Audiência Pública que ocorrerá, quinta-feira (29/06), às 8h, no Plenário da Câmara Municipal, para debater o retorno da Casa Lotérica para o bairro.

O Vereador Edmilson Magalhães (PSDB) destacou e elogiou a assinatura da ordem de serviço para a realização de obras importantes. Ele citou a revitalização do trevo da Real, de drenagem e pavimentação asfáltica do Barcelona Park e da ponte que liga o Bairro Santa Rita ao Cintra, na Rua Monte Plano.

Aldair Fagundes (PT) apresentou requerimento para acelerar a construção do CEMEI Dr Ivan Lopes, que funciona hoje em uma casa improvisada e já possui saldo em conta para a construção. O Vereador convidou a população para a Audiência Pública que será realizada nesta quarta-feira (28/06), às 8h, no Plenário da Câmara Municipal, com o objetivo de debater  sobre as diretrizes para a Elaboração e Execução da Lei Orçamentária para o Exercício Financeiro de 2018 – LDO.

Graça da Casa do Motor (PHS) elogiou a Cessão de Terreno destinado a construção do almoxarifado da Codevasf, localizado próximo ao anel rodoviário Norte. A Vereadora apresentou requerimento para que a secretaria de serviços urbanos possa realizar a retirada de entulhos próximos as escolas do bairro Monte Carmelo.

Para o Vereador Leão (PSDC), além de fiscalizar e promover ações de conscientização da população quanto à crise hídrica, se faz de necessária a fiscalização de empresas como a Copasa, além de solicitar o cumprimento de itens básicos do contrato.

Daniel Dias (PcdoB) destacou que a crise hídrica enfrentada por Montes Claros não se dá apenas pela falta de chuva, mas também pela escassez de condicionantes para a retenção desta água. O Vereador convidou a população para Audiência Pública que será realizada, na próxima quarta (05/07), às 14h, no Plenário da Câmara Municipal, com o objetivo de discutir a captação de água no Município.

Pastor Elair (PMDB) agradeceu o atendimento da sua solicitação quanto à retirada do corredor exclusivo para ônibus na Avenida Geraldo Ataíde. O Vereador citou ainda que aguarda a troca de lâmpadas no bairro Santa Rita I, já que foi informado pelo Executivo que está sendo realizado cerca de 120 trocas por dia. 

Idelfonso Saúde (PMDB) cobrou providências quanto ao asfalto da Avenida Vicente Guimarães, que se encontra cedendo. O Vereador apresentou também a situação do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, em que faltam medicamentos, estrutura e até mesmo lanche para os pacientes internados.

Dr. Valdivino (PMDB) apresentou requerimento para que a rua Alan Kardec, no trecho que envolve a Praça Flamarion Wanderley, possa ser fechada, com o objetivo de promover e incentivar a prática de atividade física de com segurança da comunidade. O Vereador informou que esta é uma vontade da população e que o abaixo-assinado já contém mais de 700 assinaturas.

Doutor Marlon (PTC) destacou que com a chegada do aniversário da cidade ainda não temos nada o que comemorar, principalmente em relação à saúde. Citou que não houve qualquer avanço no Programa Saúde da Família, no retorno dos medicamentos as farmácias, e na greve dos especialistas e  atendimento de média e alta complexidade que ainda não estão sendo liberadas com facilidade.

De acordo com Ildeu Maia (PP) a situação da crise hídrica nas comunidades rurais é grave, em muitas delas o abastecimento já ocorre por meio de caminhão-pipa. O Vereador destacou o empenho do deputado Gil Pereira em promover, por meio da Emater-MG, melhorias para a zona rural. Citou como resultado os 20 poços artesianos que serão perfurados.

Cláudio Prates (PTB) apresentou requerimento para homenagear o Centenário do deputado Luis de Paula. O Vereador destacou ainda que, sendo esta a semana mundial de combate às drogas, a não participação do município nas ações, é considerada falha e grave. Finalizando comentou que "o único caminho para o combate às drogas é a prevenção".

Valdecy Contador (PMN) informou que foi resolvida a questão da iluminação ao redor da Lagoa da Pampulha, sendo que o problema foi na parte elétrica. O Vereador solicitou também a reforma da Escola Alfredo Mota no distrito de São João da Vereda.

Valcir da Ademoc (PTB) solicitou a ampliação do prazo para recadastramento das pessoas com deficiência, de modo a garantir a gratuidade do serviço. Segundo ele, o pedido se faz necessário devido à falta de especialistas para testificar essa necessidade. O Vereador questionou também o veto contrário do Executivo com relação ao projeto de garantia acessibilidade a shoppings e bancos à comunidade surda.

Marcos Nem (PSD) informou que foi autorizada pelo Executivo o inicio de uma frente para realizar a reforma das estradas rurais. O Vereador destacou a necessidade da ampliação desta frente, principalmente para atender a rota do transporte escolar municipal. Ele elogiou a assinatura da ordem de serviço para a realização da obra no Trevo da Real.

Maria Helena Lopes (PPL) apresentou requerimento para a realização de Audiência Pública, no dia 14 de setembro, com o objetivo de discutir a situação das pessoas em situação de rua no Município. A Vereadora cobrou a limpeza da Avenida Leonel Beirão, além da retirada dos caminhões abandonados e passeios interditados por moradias e comércios.

De acordo com Junior Martins (PPS), 65% do estoque dos medicamentos da saúde municipal estão em dia, faltando cerca de 80 medicamentos. Porém, já estão sendo realizados pregões para suprir a demanda. O Vereador destacou também que será realizado chamamento público para que unidades de saúde possam se inserir no quadro do SUS.

Rodrigo Cadeirante (Rede) solicitou a retirada do lixo nas proximidades do bairro Vargem Grande e a instalação de faixa elevada próximo a Escola Municipal Eunice Carneiro. O Vereador destacou que por meio do Deputado Estadual Paulo Guedes será instalada uma academia de saúde em Aparecida do Mundo Novo.

Oliveira Lega (PPS) apresentou seu voto contrário quanto a entrega da Medalha Ivan José Lopes a Newton Figueiredo, que segundo o Vereador, essa contrariedade não diz respeito a pessoa em si, mas a forma como o projeto foi recebido na Câmara.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


PINGA FOGO 20/06/2017

E-mail Imprimir

Destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária desta terça-feira (20/06).

O Vereador Leão (PSDC) apresentou requerimento para que a Escola Municipal Sebastião Mendes possa atender até o 9º ano do ensino fundamental. A solicitação partiu das mães dos alunos dos bairros Vila Sion e Alto da Boa Vista que precisam deslocá-los até a Escola Municipal Jason Caetano para completar o ensino, que só é ofertado na unidade até o 5º ano.

Aldair Fagundes (PT) destacou a destinação de equipes por parte do Executivo para executar a individualização do FGTS. O Vereador cobrou também posicionamento quanto ao futuro do Instituto de Previdência Municipal (Prevmoc), que na opinião dele, encontra-se falido.

O Vereador Raimundo do INSS (PDT) apresentou a necessidade de unificar os esforços e contribuir para o desenvolvimento de Montes Claros e cobrou providências relativas à iluminação pública, limpeza urbana e operação tapa-buracos.

Daniel Dias (PcdoB) manifestou preocupação quanto às reformas ocorridas em plano nacional, e destacou a reunião organizada pelo Sindicato dos Vigilantes para apresentar e debater as alterações na legislação, caso sejam aprovadas. O Parlamentar apresentou também o Projeto de Lei para instituição do Dia Municipal do Vigilante no dia 20 de Junho.

Valdecy Contador (PMN) destacou a necessidade da troca de 31 lâmpadas em torno da Lagoa da Pampulha, o que segundo ele tem impossibilitado a população de executar atividades físicas no local. O vereador cobrou respostas acerca da reabertura do Restaurante Popular.

Ildeu Maia (PP) solicitou melhorias para as estradas rurais e incentivo do Executivo às festas tradicionais da área rural. Ildeu destacou as comunidades de Monte Vermelho, Nova Esperança, Miralta e Ermidinha. O Vereador solicitou a realização de estudos pela MCTrans para melhoria no fluxo e controle de tráfego na Av. João XXIII.

Graça da Casa do Motor (PHS) cobrou da secretaria de educação respostas quanto ao retorno da escola na comunidade de Pedra Preta, além de apoio às festas tradicionais. A Vereadora destacou que a principal cobrança na zona rural é relativo as estradas rurais, sendo assim necessário posicionamento do Executivo.

Cláudio Prates (PTB) apresentou as reivindicações dos moradores do Major Prates e adjacências, com relação à revitalização da Av. Francisco Caetano, além da retirada de veículos abandonados pelo local. O Vereador apresentou indicação do presidente da ACI, Dr. Newton Figueiredo para receber a Medalha Ivan José Lopes de Honra de Montes Claros, principal comenda do Município, dia 03 de julho.

Neia do Criança Feliz (PSDC) apresentou requerimento para que a Escola Municipal Professora Neide Melo Franco seja reformada em caráter de urgência. A situação está "precária". De acordo com a Vereadora, a escola está com lâmpadas queimadas, banheiros sem condição para uso e portas quebradas.

Sóter Magno (PP) cobrou atenção do homem do campo quanto aos incêndios florestais, sendo necessário realizar um trabalho preventivo para minimizar os impactos das queimadas. O Vereador cobrou posição do Executivo com relação aos moradores de rua.

Wilton Dias (PHS) apresentou a situação da Estratégia de Saúde da Família no grande Maracanã que está há quatro meses sem atendimento odontológico devido à quebra de um compressor. O Vereador cobrou também a reestruturação do serviço na unidade.

Marcos Nem (PSD) cobrou a reforma das estradas rurais e assistência para que os secretários possam trabalhar. O Vereador destacou também a necessidade, além da reforma, da contratação de vigias e porteiros para as escolas municipais.

De acordo com Doutor Marlon (PTC), os exames de papanicolau não estão sendo realizados em Montes Claros devido a falta de convenio com laboratórios para análise, além de destacar que cada PSF deveria realizar cerca de 30 coletas por mês, o que não está ocorrendo. O Vereador solicitou que os princípios de publicidade e transparência possam ser respeitados no que rege a licitação da saúde.

Valcir da Ademoc (PTB) cobrou a revitalização do Parque Guimarães Rosa, que se encontra abandonado, além da contratação de serviços de segurança no local. O Vereador apresentou também as obras do Centro Pop e Creas como finalizadas, aguardando apenas a liberação do Executivo para utilização.

Ailton do Vilage (PHS) cobrou ampliação no atendimento da Estratégia de Saúde da Família do bairro Jardim Alegre na comunidade de Facela. O Vereador solicitou também a reestruturação da área odontológica no ESF do bairro Jaraguá II e a organização do ESF no bairro Vilage I que se encontra atualmente comportando oito equipes.

Oliveira Lega (PPS) solicitou que fosse revista a resolução que concede a mesa diretora o direito à indicação do nome a receber a Medalha Ivan José Lopes. Para ele, a escolha deve abranger os 23 Vereadores. O Parlamentar destacou que a derrota do projeto da autoria dele, que dispõe sobre a permanência dos Vereadores durante a votação de projetos, prejudica apenas a população.

Rodrigo Cadeirante (Rede) cobrou o pagamento dos servidores municipais que recebiam acima de R$ 5 mil, a troca de lâmpadas ao redor da Lagoa da Pampulha e a retirada do entulho no bairro Vargem Grande. Com relação à Medalha Ivan José Lopes, o Vereador defendeu que esta deveria ser destinada ao delegado chefe da Polícia Federal (PF), Marcelo Freitas.

Junior Martins (PPS) destacou a posição dele quanto a entrega da medalha ao delegado Marcelo, porém, respeita a decisão da Mesa Diretora. O Vereador cobrou melhorias para a região Norte, além de convidar a comunidade do Grande Renascença para a inauguração da academia ao ar livre no próximo domingo (25/06).

 

Maria Helena Lopes (PPL) apresentou a necessidade de incentivo municipal às festas tradicionais. A Vereadora cobrou respostas acerca dos pagamentos dos servidores e indicou a necessidade de reforma dos banheiros do parque municipal que se encontram interditados.

Pastor Elair (PMDB) informou que a Praça de Esportes encontra-se limpa, após a retirada de 40 caminhões de entulho, porém, ainda está sem segurança para crianças e jovens que frequentam o local.

Idelfonso Saúde (PMDB) cobrou agilidade na licitação para compra de medicamentos objetivando atender as unidades de saúde, que se encontram sem assistência básica a remédios. Entre os medicamentos que faltam na rede, Idelfonso citou os destinados a diabetes, hipertensão e pacientes renais. Com relação às comunidades rurais a situação é ainda mais grave, comentou.

Edmilson Magalhães (PSDB) destacou que o discurso do então prefeito, Humberto Souto, durante a campanha foi que Montes Claros estava um caos, porém, após seis meses da sua posse, nada mudou, a cidade continua em um completo caos. De acordo com o Vereador, é preciso que seja feita uma gestão com resultados, pois a população não aguenta conviver com a escuridão, com a falta de medicamentos, sem escolas adequadas, dentre outros.

O Vereador Dr. Valdivino (PMDB) destacou a necessidade de revitalização das praças em Montes Claros, além de apresentar o Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro como uma solução imediata para a atual situação da saúde municipal.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


Pinga Fogo 13/06/2017

E-mail Imprimir

Destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária desta terça-feira (13/06)

Leão (PSDC) destacou a importância do lançamento do aplicativo Ouvidoria Digital "Minha Cidade". O instrumento vai facilitar a comunicação entre a população e o Legislativo. O Vereador também cobrou atitude do Executivo diante dos constantes assaltos e atos de vandalismo nas instituições escolares.

Neia do Criança Feliz (PSDC) parabenizou a Polícia Federal pela operação realizada no INSS, nesta segunda-feira (13/06), que desmontou o esquema de corrupção que envolvia servidores do órgão. Segundo a Vereadora, é inaceitável esta situação, em que o INSS não reconhece os direitos dos trabalhadores que enquadram nas exigências para a aposentadoria.

Oliveira Lega (PPS) abriu o pronunciamento dele questionando "o que estamos realmente fazendo para combater a corrupção". Ele destacou a votação do projeto de autoria dele, que debateu sobre a obrigatoriedade da permanência dos Vereadores no Plenário durante a votação de projetos. "A contrariedade a esta proposta é um ato de corrupção. Nós da Câmara Municipal, temos que ser exemplo em termos de moralização para Montes Claros", finaliza o Parlamentar.

Ailton do Vilage (PHS) cobrou segurança nas escolas e espaços públicos para que os jovens possam participar dos projetos sociais. O Vereador pontua que, "caso não tenha segurança nas escolas para que estes jovens aprendam a arte, a música, o esporte, eles não terão para onde ir".

Doutor Marlon (PTC) informou que a transferência da gestão plena dos hospitais foi adiada pelo Executivo para Agosto de 2018, representa um retrocesso, indo contra a manifestação da população, desta Casa Legislativa e dos Hospitais.

Ildeu Maia (PP) apresentou a necessidade de ações do Governo federal, estadual e municipal para que as consequências da seca sejam amenizadas para os produtores rurais. De acordo com o Vereador, a população não pode continuar sendo enganada. "É preciso que os poços artesianos e as barragens possam ser construídas" comentou.

Edmilson Magalhães (PSDB) questionou o valor de uma vida para a administração pública e cobrou medidas emergenciais a fim de evitar novos acidentes como o que ocorreu semana passada próximo  ao Trevo da Real. O Vereador convidou a todos para o Seminário que será realizado, nesta quarta-feira (14/06), no Plenário da Câmara Municipal, com o  objetivo de sensibilizar a população quanto à necessidade de doar sangue.

Wilton Dias (PHS) apresentou requerimento para que a recomposição salarial dos servidores municipais seja à base da inflação. O Vereador ainda denunciou que a MCTrans está atuando como órgão arrecadador. "A empresa deve trabalhar com uma base mínima de tolerância e não aplicar concomitantemente advertências e multas" afirma.

Graça da Casa do Motor (PHS) espera que a partir do aplicativo móvel "Minha Cidade" a gestão do serviço público municipal possa ser melhorada. A Vereadora cobrou a liberação e extensão de uma cota de exames na comunidade de planalto rural, além de solicitar melhorias para as estradas rurais.   

Valdecy Contador (PMN) reforçou a necessidade urgente de melhorias das estradas rurais e do atendimento de saúde municipal, especialmente nos prontos-socorros. O Vereador também apresentou requerimento para construção de ponte na Rua Monte Sião, paralelo ao posto de saúde que dá cesso ao Santa Laura, com o objetivo de desafogar o vetor norte, região Esplanada.

Valcir da Ademoc (PTB) cobrou posicionamento quanto as recentes depredações do patrimônio público que tem ocorrido devido à falta de segurança. Foi apresentado a situação da Unidade Básica de Saúde do Alterosa/ José Correa Machado. Segundo o Vereador, servirá de modelo para outras unidades de saúde, mas, conforme explicou, é preciso apenas que o Executivo assine um termo aditivo para que a obra seja liberada.

O Vereador Pastor Elair (PMDB) cobrou patrolamento e aplicação de cascalho no bairro São Geraldo II na Avenida Porteirinha, além de solicitar a manutenção das academias ao ar livre que se encontram, na grande maioria, quebradas.

Idelfonso Saúde (PMDB) mostrou-se preocupado com a falta de medicamentos para diabetes, hipertensão e remédios básicos como dipirona, além da superlotação das unidades de saúde. Idelfonso pontuou situações que já perduram, como a greve dos especialistas e a falta de cirurgia de catarata, em vários dos casos tem resultado em cegueira para muitos diabéticos.

Dr. Valdivino (PMDB) destacou a apresentação durante a Conferência de Saúde do mapa da situação da saúde municipal, principalmente devido a resposta negativa do Executivo quanto ao retorno da Gestão Plena da Saúde. O Vereador cobrou também atitude mediante ao quadro de saúde mental na área rural, que está sem atendimento.

Raimundo do INSS (PP) apresentou a necessidade de urbanização e canalização de córregos em Montes Claros. O Vereador também afirmou que é de extrema importância que o Executivo busque benefícios para o Município, a exemplo de melhorias para as escolas municipais.

Marcos Nem (PSD) cobrou o pagamento das rescisões dos servidores que não foram realizadas em dezembro de 2016. Lembrou ainda, que muitas licitações foram realizadas em maio, porém, não foram homologadas até hoje (13/06). "É preciso que o Executivo forneça condições para que os secretários possam trabalhar" afirma o Vereador. 

Maria Helena Lopes (PPL) informou que o retorno do auxílio-transporte dos moradores da zona rural já está sendo pago, restando apenas os dos servidores da zona urbana. Segundo a Vereadora, é preciso que as secretarias tenham o suporte do Executivo para que as obras possam ser executadas. 

Cláudio Prates (PTB) destacou o lançamento da Ouvidoria Digital "Minha Cidade" realizada na tarde desta segunda-feira (12/06), no plenário da Câmara Municipal. O aplicativo já está disponível na “Apple Store” e “Play Store” para download gratuito. Segundo o Vereador, o aplicativo atuará juntamente com a Ouvidoria da Câmara na recepção de sugestões e denúncias.     

Soter Magno (PP) pontuou a necessidade de mudança cultural quanto as queimadas florestais, principalmente em áreas rurais próximo a nascentes.  O Vereador destacou a ação realizada neste sábado (10/06) do projeto Cintra Vivo, com o objetivo de promover a educação ambiental e conscientizar a população daquela região quanto ao cuidado ao meio ambiente.

Rodrigo Cadeirante (Rede) informou que, no próximo semestre, o Programa Educacional de Resistência ás Drogas e a violência (Proerd) será implantado no Distrito de Aparecida do Mundo Novo. O Vereador apresentou o voto dele favorável ao projeto, que visa proibir o abandono do plenário durante as votações de projetos.

Junior Martins (PPS) apresentou a situação da ponte de ferro, pertencente a Ferrovia Centro Atlântica, na região do Grande Renascença, diante ao alto fluxo de carretas nos trilhos. O Vereador destaca que medidas precisam ser tomadas com o objetivo de desafogar o trânsito na Avenida Minas Gerais, além de evitar o fluxo destes veículos no perímetro urbano.

Daniel Dias (PcdoB) solicitou a realização de Audiência Pública para debater acerca da captação de água no Norte de Minas Gerais para o abastecimento de Montes Claros e informou sobre a Audiência Pública a ser realizada no dia 21/06 para debater sobre o Plano Municipal de Educação, com foco no plano de carreiras e fração de aulas.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


PINGA FOGO 06/06/2017

E-mail Imprimir

Destaques dos discursos dos Vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros da Reunião Ordinária desta terça-feira (06/06).

A Vereadora Neia do Criança Feliz (PSDC) apresentou requerimento solicitando Audiência Pública juntamente com o Ministério do Trabalho e órgãos competentes para a aplicação da Lei que regulamenta a seleção e o trabalho do Menor Aprendiz, tendo em vista que em Montes Claros não existe cadastro público de seleção e esta está sendo realizada por meio de indicação.

Graça da Casa do Motor (PHS) reforçou pedido para abertura de Programa Saúde da Família (PSF), do bairro Alto São João, para desafogar os atendimentos nas unidades dos bairros Vera Cruz e Esplanada. A Vereadora cobrou o recolhimento do lixo no Distrito de Nova Esperança, além da promoção de segurança na zona rural.

Maria Helena Lopes (PPL) exaltou a participação das três vereadoras na abertura dos pronunciamentos da reunião, reforçando a importância da Frente Parlamentar de Política para Mulheres. A Vereadora destacou a necessidade de debater com o Conselho Municipal de Saúde a superlotação do Pronto-Socorro da Santa Casa, além da falta de medicamentos nos PSFS.

Ailton do Vilage (PHS) cobrou pavimentação asfáltica e iluminação pública no bairro Facela. O Vereador apresentou a situação do lixão em frente ao CEMEI Paulo Freire, no bairro Vilage e solicitou a limpeza no local.

Sóter Magno (PP) afirmou que com relação à Semana do Meio Ambiente ainda não há muito a comemorar. "Estamos com 30% da nossa capacidade de abastecimento e os gestores políticos, seja no âmbito municipal, estadual e federal não tomam para si a responsabilidade quanto à questão hídrica de Montes Claros" afirma.

Valdecy Contador (PMN) cobrou melhorias relativas à limpeza urbana, no bairro Alcides Rabelo. O Vereador parabenizou a eficiência da contabilidade apresentada na última prestação de contas realizada pelo Executivo Municipal e destacou que agora, com a contabilidade em dia, espera que seja iniciado o cronograma de obras.

Wilton Dias (PHS) demonstrou-se preocupado com a incoerência dos atos administrativos. Com relação ao aumento da tarifa do transporte coletivo o Vereador destacou que foi repassado ao servidor municipal o reajuste de 5%, enquanto a tarifa do lotação foi reajustada em cerca de 10%. Wilton finalizou ao afirmar que este aumento não tem seu apoio.

Leão (PSDC) debateu sobre a questão hídrica enfrentada por Montes Claros, principalmente devido ao nível da barragem de Juramento, que se encontra bem abaixo da capacidade de atuação. O Vereador destacou que se faz necessário políticas públicas de conscientização e fiscalização.

Daniel Dias (PcdoB) destacou os assuntos debatidos no Fórum Regional realizado na semana semana. De acordo com o Vereador, está em pauta a revitalização da bacia do Pacuí e ampliação da adutora que vai até o Rio São Francisco. O Parlamentar afirmou que continua na luta pela barragem de Congonhas.

Idelfonso Saúde (PMDB) apresentou a atual situação do tratamento à saúde mental, em Montes Claros. Ele afirmou que não existem políticas públicas que atendam esta comunidade, além de destacar a necessidade de remédios e atendimento humanizado. Idelfonso finalizou ao afirmar que não foi ampliado pelo Governo de Minas o quadro de doses da vacina contra a gripe, mesmo com a ampliação federal.

Edmilson Magalhães (PSDB) apresentou dados relativos à última prestação de contas do Executivo Municipal em que, segundo o Vereador, constam mais de R$ 200 milhões em arrecadações liquidas, cerca de R$ 112 milhões de despesas liquidas e um saldo, em 30/04 de R$ 98 milhões. "Com estes recursos em caixa, certamente iremos ter obras" destacou.

Aldair Fagundes (PT) iniciou o pronunciamento dele informando sobre a assinatura da ordem de serviço do Centro Esportivo e ressaltando a importância do empreendimento para a cidade. O Vereador mostrou-se contrário ao aumento da tarifa do transporte coletivo e afirmou que cobrará posição do Tribunal de Justiça de Minas Gerais com relação a este reajuste que foi aplicado de maneira indevida.

Dr. Valdivino (PMDB) cobrou o retorno do ponto de apoio dos agricultores ao Mercado Municipal, estando hoje no Parque de Exposições. Com relação ao credenciamento do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro o Vereador informou que foi encaminhado ao Governo Estadual um abaixo-assinado para que seja viabilizado este benefício à população montes-clarense.

Ildeu Maia (PP) informou que foi realizada ontem (05/06) reunião com a Lafarge para debater sobre a atuação da empresa. Segundo o Vereador, os moradores da região têm apresentado problemas respiratórios, além da evidente falta de respeito das empresas em geral com a população. Ildeu finalizou ao destacar a importância da construção do Centro Esportivo na cidade.

Marcos Nem (PSD) cobrou iluminação pública e serviços de assistência médica ao bairro São Geraldo I. O Vereador destacou a importância da construção Centro Esportivo para o grande Delfino e reforçou a cobrança para que as reformas das estradas rurais possam ser agilizadas.

Cláudio Prates (PTB) destacou a luta para que o Teatro Municipal possa ser construído de fato em Montes Claros, além de cobrar o retorno dos vice-diretores às unidades escolares. Ele também comentou que a Câmara pode ajudar a comunidade realizar projetos culturais. As propostas podem ser submetidas junto a Comissão de Cultura da Casa Legislativa.

O Vereador Valcir da Ademoc (PTB) cobrou agilidade no trabalho de troca de lâmpadas, tendo em vista que o dinheiro para sua execução está em caixa, o que, segundo o Vereador, não justifica a cidade estar às escuras. O Parlamentar destacou o debate relativo às obras municipais que estão paradas e convidou para a Audiência Pública que será realizada no dia 22/06.

Rodrigo Cadeirante (Rede) cobrou o repasse dos medicamentos aos postos de saúde do grande Maracanã, que de acordo com o Parlamentar, não tem recebido nem mesmo os remédios básicos. Além de solicitar a reforma das academias ao ar livre da Praça dos Jatobás, sinalização no Residencial Sul e Pavimentação Asfáltica na Av. Padre Chico.

Doutor Marlon (PTC) destacou a execução de anteprojeto com o objetivo de acabar com a greve dos especialistas, de forma a atender as necessidades e organizar o quadro de plantões, cargos e salários.

Raimundo do INSS (PP) apresentou a necessidade do credenciamento no SUS do Hospital das Clínicas Dr. Mário Ribeiro, podendo ser assim, responsável por desafogar os pronto-socorros municipais e promover uma saúde digna aos montes-clarenses.

Junior Martins (PPS) apresentou o transtorno causado pelos caminhões que passam da BR-251 dentro do bairro Renascença. Ele afirmou que é preciso que seja aberto, ao fundo da Estação de Tratamento de Esgoto, uma rota alternativa. O Parlamentar finalizou ao apresentar requerimento para que um Radar Fixo possa ser instalado na Avenida Osmani Barbosa.

Oliveira Lega (PPS) solicitou que fosse colocado em pauta para votação o projeto da autoria dele, este dado como legal e constitucional, que discorre sobre o abandono do plenário durante as reuniões. O Parlamentar destacou o retorno do Grupo de Prevenção à Vida – GPV, que atua em parceria com a Polícia Militar.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros


Pgina 1 de 4.