Câmara cobra volta de auxílio-funeral para moradores do Conferência Cristo Rei

O atraso na liberação do auxílio financeiro para funeral dos moradores do Conferência Cristo Rei, em Montes Claros, foi assunto de destaque, apresentado pelo Vereador Valdecy Contador (PMN), na reunião desta terça-feira (23), da Câmara Municipal, que cobrou também a suspensão do pedido do benefício que é feito no Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

As denúncias foram feitas ao vereador pelo Presidente do Conselho Gestor de Saúde Local, Mário Ribeiro, que lamenta os problemas enfrentados pelos moradores daquela localidade. A verba de R$954 é repassada ao Município pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social para famílias carentes para ajudar no custeio de funerais.

“Muitas famílias que precisam enterrar entes queridos, não têm nenhuma condição financeira precisam da ajuda do Governo. A comunidade espera o nosso empenho e do Prefeito no sentido de cobrar a volta urgente deste benefício”, destacou o parlamentar, que informou o repasse está suspenso há pelo menos 30 dias. Algumas famílias estão sem receber a ajuda há dois meses. 

O Secretário de Desenvolvimento Social, Aurindo Ribeiro, confirmou a suspensão do pedido dos benefícios junto aos CRAS. Ele justificou que hoje já têm aprovados de 40 a 50 benefícios. Ele informou que até o mês passado a Prefeitura estava custeando os benefícios com os recursos disponíveis, mas que há 30 dias, não teria como pagar os pedidos aprovados.

“Seria irresponsabilidade fiscal continuar recebendo pedidos nos CRAS, já que temos quase 50 processos na fila, aguardando o direito. Quando o estado liberar o recurso, voltaremos a receber os pedidos nos CRAS”, finalizou o secretário.

Valdecy Contador espera empenho de todos os parlamentares para pressionar o Governo a pagar o que deve e assim voltar a ajudar as famílias carentes com o auxílio-funeral.

“Se todos os vereadores, de todas as cidades, se mobilizarem e juntos cobrar o pagamento do repasse atrasado, teremos o direito das famílias carentes preservados”,  destacou o Parlamentar.

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Montes Claros