Parceria entre município e Esurb é de R$3 milhões

Os vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros aprovaram em reunião ordinária de hoje (7/8), quatro dos seis projetos que estavam na pauta. A pedido do Vereador Edmilson Magalhães (PSDB), a Ordem do Dia foi invertida – assim, os projetos que seriam votados por último, foram os primeiros apreciados.

O projeto n°61/2018 altera a Lei n°5017/2017 e autoriza o município de Montes Claros a realizar contrato mútuo e/ou comodato com a Empresa Municipal de Serviços, Obras e Urbanização – Esurb, no valor de R$3 milhões para contratação de maquinário.

A pasta n°55/2018 altera a Lei n°4.930/2016 e autoriza a permanência da Associação dos Arautos do Evangelho dentro de área verde localizada no Parque Municipal “Marcelo Mameluque Mota”, situado à Avenida Norival Guilherme Vieira, no bairro Ibituruna.

De iniciativa do Presidente da Casa, Vereador Cláudio Prates (PTB), o projeto n°66/2018 institui a data 10 de Maio como o Dia Municipal da Advocacia Pública.

Já a proposta n°69/2019 institui a campanha de valorização da vida, denominada “Setembro Amarelo” e fica determinado a data 10 de Setembro como o Dia Municipal de Prevenção ao Suicídio no calendário oficial da cidade.

Vereador Marcos Nem (PSD) pediu adiamento de votação da proposta n°51/2018. O Vereador Júnior Martins (PPS) também pediu adiamento de votação do projeto n°45/2018, de autoria dele.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros