Parlamento Jovem lança projeto ‘Caixa de memórias’ em comemoração aos 15 anos

Ascom Câmara Municipal Montes Claros Ascom Câmara Municipal Montes Claros

 

O Parlamento Jovem de Minas Gerais completa 15 anos em 2018 e para celebrar a data os participantes entre estudantes, professores e monitores de todas as edições são convidados a enviarem as lembranças que remetem ao projeto.

O PJ foi implantado há oito anos em Montes Claros, nesse tempo, cerca de 400 alunos prestigiaram discussões acerca do cotidiano e tiveram a formação política.

Cristiane Nunes, coordenadora do Parlamento Jovem, diz que o gesto pretende mostrar a contribuição do PJ na vida dos participantes.

A ideia é resgatar a memória afetiva, as lembranças. Nesses materiais, eles podem dizer como foi o convívio e a experiência de ser integrante do projeto, como isso ajudou enquanto cidadão, seja por uma foto, um texto, um caso engraçado, uma experiência a ser partilhada”.

Gabriel Lopo participou do Parlamento Jovem em 2013, quando cursava Informática no Instituto Federal do Norte de Minas. Para ele, o projeto incentiva as discussões e possibilita o encontro entre pessoas que desejam modificar o quadro social.

Acredito que me agregou mais pessoas com quem eu pudesse discutir política, encontrar mais jovens que pensassem como eu, que tinham a consciência de que era necessário lutar, que era necessário mudar o mundo, e se organizar para isso. E sabíamos que a política é um dos caminhos para isso. Foi no PJ que encontrei amigos fundamentais, que me ajudaram a ter uma desenvoltura melhor”, diz.

As lembranças não se restringem aos alunos, a professora Cacilda Maria Rodrigues também tem inúmeras histórias para contar durante os cinco anos que acompanhou os alunos da Escola Estadual Helena Prates. Ela ainda não se decidiu como vai expressar sua experiência, mas já adianta que foi muito produtiva, além de inesquecível. O trabalho desenvolvido pela professora até resultou em uma homenagem realizada no plenário, em 2016.

A experiência é muito valiosa, tanto como conhecimento, como crescimento pessoal para os alunos e todos que participam. Serve para abrir os horizontes. As pessoas que participam não são as mesmas. É uma iniciativa memorável para os alunos e para nós que acompanhamos”, ressalta Cacilda.

Além dos objetos e textos, os ex-participantes podem enviar vídeos e áudios para a página oficial da Escola do Legislativo <https://www.facebook.com/camaraescola>; ou pelo e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. . O prazo de entrega das memórias físicas e virtuais segue até o dia 20 de agosto. Após coletadas, as lembranças serão expostas na plenária estadual, em setembro, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

Assessoria de comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros