Câmara aprova quatro projetos e garante repasse de recursos para entidades em Montes Claros

Câmara aprova quatro projetos e garante repasse de recursos para entidades em Montes Claros ASCOM Câmara Montes Claros

A Câmara Municipal de Montes Claros aprovou, em regime de urgência, na reunião ordinária desta terça-feira (06), quatro dos cinco projetos em pauta. Um deles autoriza repasse de recursos do Fundo Municipal da Infância e Adolescência (FIA), às entidades governamentais e não-governamentais, inscritas no Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA), para investir em projetos voltados para crianças e o outro autoriza o repasse de recursos do Fundo Municipal do Idoso (FMI), às instituições, inscritas no Conselho Municipal do Idoso (CMI) para entidades que atendem idosos. O FIA arrecadou R$ 1,046 mil e o Conselho do Idoso, R$ 232 mil. Serão repassados 80% destes valores para as organizações responsáveis pela captação, enquanto 20% ficam co m o FIA e o CMI, que elaborarão editais determinando como serão os repasses desta verba.

Pequi Atômico

Também foi aprovado projeto do Executivo que autoriza o Município a repassar recursos da ordem de R$ 315 mil e firmar parceria com a Federação Mineira de Voleibol (FMV). A verba será destinada ao Montes Claros Vôlei para manter o time nas competições estaduais, nacionais e internacionais. Os vereadores destacaram o apoio à escolinha de vôlei, que atende a 240 crianças e visa formar novos atletas para esta modalidade. O trabalho do gestor do vôlei, Andrey Souza foi destacado pelos parlamentares na tribuna, quando da discussão da proposição.

Eles chamaram à atenção para o fato de o gestor ter viabilizado R$ 500 mil de emendas da saúde com deputados federais, em Brasília e repassado ao Município para receber R$ 315 mil para o time de vôlei. A parceria foi discutida com o prefeito Humberto Souto, do PPS. Agora, o projeto será enviado ao Executivo, para que seja sancionado e o repasse feito no prazo previsto.

Prorrogação

A Câmara aprovou, ainda, projeto do Executivo que altera a lei nº4.966, de 23 de março de 2017, que tem como objetivo excluir a limitação temporal para que a sociedade empresária 3CAFFI Indústria e Comércio de Capsulas S/A providencie o recebimento de escritura de doação e regularize o imóvel doado, sob o qual já edificou o empreendimento e atualmente encontra em expansão para o aumento da capacidade de produção. Com isso, a empresa fortalece a economia e gera mais empregos, em Montes Claros. Por isso, o vereador Cláudio Prates, do PTB, presidente da Câmara, exaltou a importância da iniciativa.

Pedidos de vista

Embora na pauta, o projeto que dispõe e disciplina as atividades dos serviços de bombeiro civil para atuar em Montes Claros não foi votado. Isto porque, seu autor, o vereador Wilton Dias, do PHS, primeiro-secretário da Câmara pediu vista de três dias, concedida pelo presidente Cláudio Prates. Ele tomou esta decisão atendendo a reivindicação de entidades de classe como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACI), para discutir o projeto com empresários. Dezenas de bombeiros civis estiveram no Plenário na manhã dessa terça-feira.

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros