Zona rural em pauta

Zona rural em pauta Foto: Fábio Marçal

As comunidades e povoados de Montes Claros voltaram a ser destaques na reunião ordinária da Câmara de Vereadores. O assunto foi muito discutido no ano passado, algumas melhorias foram feitas, mas de acordo com os parlamentares, ainda existem problemas pontuais.

A Vereadora Graça da Casa do Motor (PHS) justificou que muitos problemas da zona rural são devidos à falta de estrutura da Secretaria de Agricultura. Segundo a parlamentar, os carros que poderiam dar assistência aos moradores, estão quebrados. “O descarte de lixo está ocorrendo de maneira incorreta, muitos estão jogados na beira de córregos e rios. Também quero solicitar mais patrulhas rurais, uma vez que o número de animais e motocicletas roubadas aumentou”, disse Graça.

Algumas comunidades ainda não possuem água tratada e com isso o abastecimento fica por conta de bombas d’água que precisam de energia elétrica para funcionar. O Legislador Leão (PSDC) disse que os moradores do povoado de Barrocãozinho estão sem água, pois a Cemig ainda não foi fazer a ligação do sistema. “Não entendo essa demora, a parte burocrática está toda correta, enquanto isso não resolve o povo está com sede.

Com a volta às aulas, uma das preocupações dos parlamentares é quanto as estradas rurais, onde os alunos trafegam diariamente. De acordo com o Vereador Ildeu Maia (PP), as estradas de Ermidinha, Marcela, Canto do Engenho e Santa Rosa de Lima são as mais preocupantes. “É preciso que isso seja resolvido antes do retorno das aulas e da chegada das chuvas. Consertar as estradas é evitar gastos futuros, como ônibus e carros quebrados”, disse.

O Parlamentar Marcos Nem (PSD) disse que verdadeiras crateras formaram nas estradas, algumas estão intransitáveis. “A Secretária de Agricultura precisa de mais máquinas para dar conta da demanda. Vamos reunir com o secretário, Osmani Barbosa, para ver de qual forma podemos ajudar”, finalizou.

 

Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Montes Claros