Câmara faz apelo à manutenção do Pibid

Câmara faz apelo à manutenção do Pibid ASCOM Câmara Municipal

Com gritos e faixas de “Fica Pibid”, o Plenário da Câmara Municipal foi tomado por professores e estudantes da Unimontes, na audiência proposta pelo vereador Daniel Dias, do PCdoB. O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) que atende cerca de 2.600 estudantes, coordenadores, professores, e supervisores da Unimontes, pode estar com os dias contados, porque o período de vigência encerra-se em fevereiro de 2018. Para continuar, outro edital deveria ser publicado agora, com as condições de permanência, o que não ocorreu até o momento. 

O vereador disse que existe mobilização nacional pela continuidade do Pibid e a luta é contra o desmonte da educação, que poderá acontecer caso seja extinto. “OPaís que não investe em educação não pode ser uma grande Nação. O Pibid tem ajudado a melhorar a qualidade do ensino e recuperado tantos anos de atraso na educação. A partir desta audiência, faremos uma moção de apoio pela manutenção do Pibid, além de cobrar sua ampliação. Neste momento, o Pibid não pode ser partidarizado. Faremos chegar aos deputados esta reivindicação. Se for o caso, vamos tirar uma comissão para ir a Brasília defender a permanência deste importante programa junto aos deputados federais”, garantiu.

A coordenadora do Pibid da Unimontes, professora Silvana Diamantino fez um relato da evolução do programa desde o seu início, em 2009 e que atualmente é o maior do Brasil, com mais de 2.600 bolsistas. “Queremos a prorrogação do Pibid sem cortes e por isso é importante o apoio da Câmara Municipal. Sem luta, o Pibid poder parar”, afirmou. A professora Elisângela Mesquita, que participou da audiência representando o secretário Municipal de Educação, Benedito Said, considera importante a manutenção do pr ograma, pois é essencial para ajudar no processo de aprendizagem do aluno, tanto na parte teórica quanto prática.

Para o professor João Felício Rodrigues Neto, pró-Reitor de Ensino da Unimontes, sem uma bolsa para ajudar o estudante, a tendência é de que os cursos sejam abandonados, principalmente pelos estudantes de baixa renda.

Em defesa da continuidade do Pibid, a professora Nalbar Rocha pediu que a reivindicação chegue aos parlamentares. A cobrança foi defendida pela também professora Fátima Nascimento, ao afirmar que “o Pibid é uma forma de educação que vem transformando”.

A reivindicação foi seguida pela universitária Nayara Ferreira, representante dos estudantes bolsistas, ao afirmar que o programa foi fundamental para sua formação. Acompanhando o posicionamento da estudante, o representante do DCE, Silson Cardoso, ressaltou que a formação de professores e estudantes carentes está diretamente ligado ao Pibid e que ele está espalhado em todas as escolas da periferia. A repres entante dos pais de alunos, Érika Barbosa Queiroz Leite, fez coro as falas dos estudantes e destacou os benefícios que os seus filhos estão tendo com o programa.

O reitor da Unimontes, professor João dos Reis Canela, disse que a universidade sempre se destacou pela formação dos professores. Por isso, defende a permanência do programa que considera apolítico e importante paramelhoria da educação. A mobilização por parte da comunidade universitária pela permanência do Pibid foi elogiada pelo vereador Aldair Fagundes, doPT. “O grito pelo fica Pibid está sendo dado por estudantes de Montes Claros e a nossa expectativa é de que ele seja ouvido e acompanhado por estudantes de outros estados”, garantiu.

O vereador Cláudio Prates, do PTB, presidente da Câmara Municipal, garantiu total apoio à reivindicação e disse que abraçará a luta dos estudantes e a fará chegar a os deputados. A professora Rogéria Dadadi relatou que trabalha em escola da periferia e as crianças conhecem a Unimontes através do Pibid. Por isso, o também professor Ronaldo Belém defendeu a continuidade do programa e pediu para que todos estejam mobilizados para não deixar que ele acabe. O estudante João Pedro Mota afirmou que o Pibid é a única fonte de renda da maioria dos estudantes. E no caso do também estudante Maicon Juliano, deu oportunidade para sua formação pessoal e profissional.